2 de abril de 2017

Túberas selvagens à Bulhão Pato



O mercado dos sábados em Estremoz é excelente para encontrar plantas. Legumes, chás, árvores, vasinhos com ervas de cheiros, tudo.

Mas a parte melhor é a das plantas selvagens, particularmente na primavera, abundam as acelgas, os catacuzes, as tengarrinhas mas melhor, melhor, melhor são os espargos e os fungos.

Ontem comprámos túberas. As túberas não são perfumadas como as silarcas e mais parecem batatinhas irregurares do que cogumelos. Não têm pele, apenas terra. Felizmente podem lavar-se porque não absorvem água como a maioria dos cogumelos.

Como é a nossa primeira experiência com estas preciosidades perguntamos à vendedora como é que ela os cozinha e a senhora sem pestanejar disse que era como às ameijoas. 

Nem mais nem menos.



Ingredientes para 2 pessoas:

  • 0,5 kg de Túberas
  • 3 dentes de alho fatiados
  • 3 colheres de sopa de azeite virgem extra
  • um raminho de coentros
  • 1 colher de café de sal grosso
  • sumo de meio limão

Preparação
  1. Lavar cuidadosamente as Túberas em água corrente sem as colocar de molho,
  2. Remover a superfície para eliminar os restos de terra e as pedrinhas,
  3. Laminá-las.
  4. Aquecer o azeite e os alhos durante 3 minutos a baixa temperatura e juntar as Túberas laminadas,
  5. Adicionar umas folhinhas de coentros e deixar cozinhar 3 minutos.
  6. refrescar com uns salpicos com sumo de limão.

Bom apetite ;)
Mom




webgrafia
http://www.icnf.pt/portal/agir/boapratic/resource/doc/guia-colet-cog

Sem comentários:

Enviar um comentário