9 de outubro de 2015

Doce de meloa e as conservas do fim do Verão

























Olá Mary & Mom,


o Verão é a estação mais rica nas hortas e pomares. É tempo de fartura e de doçura, tanta, tanta, que a consequência normal é a de sobejar sempre alguma coisa.
 Ele há anos fartos em tomate, ele há anos fartos em melão, em uvas, em pimentão, em figos e quando se chega a esta altura do campeonato há que jogar mãos às conservas.

 Este ano a honra coube à meloa. Às vezes, fazer um doce também pode servir para salvar uma fruta com "gosto de pepino", que é como quem diz, uma fruta pouco doce e "sensaborona". Não era o caso. As meloas da Cooperativa de Alcaria eram puro mel, aromáticas, maduras, abundantes e a preço justo e, como tal, só podiam dar um doce maravilhoso. Assim foi.


Ingredientes:
  • 1,3 Kg de meloa
  • 1 Kg de açúcar amarelo
  • casca e sumo de 1 limão
  • 1 pau de canela

Modo de Fazer:

1) Descasca-se a meloa e removem-se as pevides.

2) Corta-se a meloa em cubos e coloca-se na panela que há-de ir ao lume; acrescenta-se o sumo e a casca do limão, o pau de canela e cobre-se com o açúcar amarelo. Repousa durante cerca de 12 horas.


3) Leva-se ao lume, que deve ser brando, durante cerca de 1h. 

4) Verifique se a calda de açúcar atingiu o ponto de estrada: coloca-se uma colherada de calda num pratinho e deixa-se arrefecer ligeiramente; passa-se o dedo ao meio e se formar uma "estrada" que não se desfaz é porque se atingiu o ponto. 

5) Se não tiver atingido o ponto de estrada deixe estar ao lume mais um pouco até atingir. Se já atingiu o ponto de estrada apague o lume, remova o pau de canela e a casca de limão e passe com a varinha mágica para o doce ficar cremoso.

6) Deixe arrefecer e coloque em frascos esterilizados.


Bom apetite,
 Sophia. 

Sem comentários:

Enviar um comentário