22 de fevereiro de 2015

Costas de Requeijão alentejanas


 Olá Sophia & Mary,

Os requeijões de ovelha estão ótimos e há-os em abundância nesta altura.

Vamos a bolos tradicionais com eles.

Estas maravilhas chamam-se costas. Como são temperadas com requeijão em vez de leite e erva-doce chamam-se costas de requeijão.

Este sabor excelente e esta fofura são da minha infância :)

Ingredientes:
  • 1kg de farinha de trigo
  • 0,500kg de requeijão passado pelo passe vite ou esmagado com um garfo
  • 0,250kg de açúcar
  • 0,200kg de banha derretida
  • 50g de fermento de padeiro
  • 1 copo de água
  • 1 pauzinho de canela





Preparação:

  1.  Ferver a água com a canela e deixar a amornar para aqui dissolver o fermento.
  2. Num alguidar de barro fazer um monte com a farinha e abrir uma cova ao meio. Verter a banha derretida começando a amassar e aos poucos adicionar a água, o açúcar e o requeijão. Amassar muito bem. Considera-se terminado o processo quando a massa se solta  do alguidar .
  3. Cobrir com um pano e deixar fermentar por uma noite em lugar quente.
  4. Cortar pedaços de massa e tender pequenas bolas achatadas fazendo 4 ou 5 cortes de tesoura no bordo.
  5. Polvilhar com farinha os tabuleiros onde se vão colocando os bolos tendidos.
  6. Depois de fintarem de novo até duplicarem de tamanho, pincelam-se com gema de ovo.
  7. Vão a cozer no forno a 180º por 20 minutos.
Bom lanche meus amores,
Mom


4 comentários:

  1. Que aspecto tão delicioso! Nunca tinha ouvido falar, mas gostei muito!
    Beijinhos

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. A execução não tem qualquer dificuldade, apenas carece alguma paciência nas esperas pela fermentação que são importantes para obter este resultado.
      Bjiis

      Eliminar
  2. Olá Mom, não conhecia estes bolinhos alentejanos, as costas, mas pelo aspecto devem ser muito fofinhos. Os de erva doce também devem ser muito aromáticos.
    Ao passar a receita, fiquei na dúvida àcerca do fermento. Dissolves na água morna? A receita não diz , mas pareceu-me ver na fotografia da água e canela, qualquer coisa que me pareceu o fermento. Será?
    E quando for a Évora visitar o meu filho e nora, já vou procurar as "costas" genuínas! Bjs. Bombom

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Olá Bombom :)
      É como dizes, o fermento seja ele fresco de padeiro ou em barra (do supermercado) desfaz-se na água morna, onde se ferveu o pau de canela.
      As costas são efetivamente fofinhas e nada complicadas de fazer. Experimenta fazer.

      Muito obrigada pelo alerta, Já completei a informação na receita.

      Bjiis
      Mom

      Eliminar