25 de agosto de 2014

Taboulé para refrescar


Olá Mary & Mom,

este ano o Verão tem sido suave.
 Os dias suportáveis e as noites frescas são uma verdadeira dádiva para quem conhece o Alentejo há tantos anos como eu. Lembro-me de anos em que tivemos que levar os colchões para a varanda ou assentar arraiais na cave porque durante dias a fio bateram 43ºC na rua e já não se conseguia dormir em casa.
 Os montes alentejanos eram outrora construídos com paredes grossas, caiadas de branco, janelas e portas de madeira rude que mantinham o calor do lado de fora no Verão e aconchegavam no frio do Inverno. As casas modernas têm paredes finas e janelões grandes e bonitos que de nada servem face a este clima extremo que é o nosso.
 Hoje a receita é fresca, muito fresca, ou não viesse ela dos recantos mais quentes do mar Mediterrâneo. No Líbano, Egipto, Marrocos, não se passa nesta altura sem o taboulé ou tabouleh, uma salada de bulgur ou couscous, com tomate, pepino e temperos muito frescos a ligar tudo.
 Espero que gostem.


Ingredientes:

  • meia chávena de couscous (a receita original leva boulgur mas eu não tinha em casa)
  • 1 chávena de água morna ou caldo de legumes
  • 1 cebola
  • 3 tomates
  • meio pepino
  • 2 ou 3 colheres de sopa de uvas passas ou de azeitonas pretas (conforme a vossa preferência)
  • 4 colheres de sopa de salsa picada (mais coisa, menos coisa)
  • 3 colheres de sopa de hortelã-pimenta seca (se não tiverem a hortelã toda seca no quintal, como eu, podem usar mesmo hortelã fresca)
  • sumo de 1 ou 2 limões
  • azeite q.b. (diria umas 8 colheres de sopa)
  • sal q.b.
  • pimenta q.b.

Modo de Fazer:

1) Numa tigela coloca-se o couscous com umas 3 colheres de sopa de azeite, uma pitada de sal grosso e a água quente (ou caldo de legumes) e deixa-se a repousar até o couscous absorver todo o líquido.


2) Noutra taça coloca-se o tomate e o pepino em cubinhos, a cebola picada, as passas (ou azeitonas), a salsa e a hortelã e tempera-se com sal, pimenta, sumo de limão e azeite a gosto, como se de uma salada se tratasse.

3) Adiciona-se o couscous, sem líquido.
.
4)  Vai ao frigorífico para se servir bem fresco.



Perfeito para os dias de muito calor.
Bom apetite,
Sophia.

Webgrafia:
1) http://www.marmiton.org/recettes/recette_taboule_10912.aspx
2) http://en.wikipedia.org/wiki/Tabbouleh

Sem comentários:

Enviar um comentário