30 de junho de 2014

Yaprak Dolma ou Folhas de Videira Recheadas e uma tarde à chinchada


Olá Mary & Mom,

a propósito da visita de um amigo ao médio oriente lembrei-me de um petisco muito popular a levante do Mediterrâneo e no mundo árabe em geral: as folhas de videira recheadas.
Pergunto-me eu o porquê de vivermos num pais de vinha e de vinho e de nunca ninguém se ter lembrado disto... na verdade a oriente os legumes recheados são uma especialidade muito apreciada e a folha da videira é só mais um entre tantos. Por cá não é um petisco tão comum.
 Eu só o tinha comido uma vez num restaurante de comida israelita, mas gostei tanto que fiquei com vontade de me aventurar a fazê-lo. Como imaginam, se no mundo árabe cada mercearia vende folhas de videira, por cá nem tanto, o que exigiu recursos extraordinários.
 Agarrámos nas moças, arregaçámos as calças e toca de saltar muros e muretes como quem vai à chinchada, só que neste caso, além de alguns figos ressequidos e ameixas verdes para entreter a miudagem o que apanhámos foi um fartote de folhas de videira. Por sorte saímos mesmo a tempo de não nos cruzarmos com o viticultor zangado que bufava contra quem lhe andava a depenar a vinha...

Ingredientes:
  • 30 folhas de videira de tamanho médio
  • cerca de 150 mL de azeite (metade para o recheio e outra metade para a cozedura final)
  • sumo de meio limão
  • 1/2 chávena de arroz
  • 1 punhado de uvas passas
  • 1 punhado de amêndoas em palitos
  • 4 ou 5 bolinhas de pimenta da jamaica
  • 1 colher de café de canela
  • 1 raminho de hortelã pimenta
  • pimenta preta q.b.
  • 1 cebola
  • 150g de seitan picado (facultativo)
  • sal q.b.

Modo de Fazer:



1) Prepara-se um refogado com a cebola, o azeite, as passas, as amêndoas, as pimentas, o seitan picado e a canela e deixa-se alourar a cebola.

2) Frita-se neste refogado o arroz durante 2 ou 3 minutos e acrescenta-se a água (cerca de 1 chávena e meia), sal e a hortelã pimenta.

3) Enquanto o arroz coze, numa panela com água fervente e sal passam-se as folhas de videira, uma a uma, durante 1 ou 2 minutos, para as cozer. Reservam-se.

4) Escorre-se o arroz.


5) Removem-se os pedúnculos das folhas de videira, recheiam-se com o arroz e enrolam-se como se fossem pequenos charutos, bem apertados, para não se soltar o recheio. Se tiverem algumas folhas mais pequenas ou mais finas vale a pena usar duas.

6) Dispõem-se as folhas de videira num tacho largo e cobrem-se com sal, azeite, cerca de 100 mL de água e o sumo de limão. Por cima põe-se um prato que resista ao calor, para evitar que os pequenos charutos se desmanchem. Tapa-se e deixa-se cozinhar durante cerca de meia hora.

Bom apetite,
Sophia.



Webgrafia:

1) http://www.ehow.com.br/preservar-folhas-uva-salmoura-como_4953/

2) http://cozinhaturca.blogspot.pt/2012/10/folhas-de-videira-recheadas-yaprak.html

3) http://ponteturquesas.blogspot.pt/2012/10/dolmas-e-sarmas-verduras-recheadas.html

6 comentários:

  1. Adorei esta tua sugestão...deve ser muito bom!
    Fiquei tentada a fazer a tua experiência, só que não tenho folhas de Videira. Talvez um dia quando for a minha terra, apanha algumas das videiras do meu mano! Já agora...as folhas podem ser apanhadas, em qualquer época,ou quando ainda são bebés? Depois também se podem comer? :)
    Obrigada, beijinhos, :)

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Olá Maria Angelina Lopes. :)
      Eu apanhei-as agora, no fim da Primavera mas penso que se podem apanhar em qualquer altura desde que estejam verdes e frescas. Segundo apurei devem preferir-se as folhas médias porque as muito pequenas são finas e tendem a rasgar e as muito grandes podem tornar-se rijas. Para as conservarem os povos habituados a consumi-las conservam-nas em salmoura, mas como por aqui há folhas frescas quase todo o ano acho que nem vale a pena.
      Espero ter sido útil.
      Beijinhos,
      Sophia.

      Eliminar
  2. Obrigada pela visita!
    Achei esta ideia super interessante, gostaria imenso de experimentar caso consigo algumas folhas de videira, parece mesmo bom ;)
    Beijinhos

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. É um belo petisco para pôr na mesa e impressionar convidados. Tem um gostinho a especiarias, azeite e limão. Vale a pena andar a "depenar" videiras. ;)
      Beijinhos,
      Sophia.

      Eliminar
  3. Na Grécia, também se comem as dolmas. Mas - atenção - não é seguro ir à chinchada: as FOLHAS NÃO PODEM ESTAR TRATADAS.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Olá Aspásia. Obrigada pela dica. Felizmente já arranjámos uma generosa "fornecedora" de folhas cujas vinhas não são tratadas com químicos. :)

      Eliminar