12 de março de 2014

Costeletas de borrego com pezinho e a Dieta Mediterrânica


Olá Mary & Mom,

nem vos posso dizer o quanto fiquei feliz com o reconhecimento da dieta mediterrânica como património imaterial da humanidade pela UNESCO. Não só porque é bom para Portugal e para todos os países que aderem a esta forma de alimentação, mas porque o seu reconhecimento significa a sua divulgação e isso pode ser benéfico para quem a quiser adoptar.
 A dieta mediterrânica não é tanto uma dieta quanto é um estilo de vida, que inclui o consumo de produtos locais e da época, privilegia o convívio e a vida ao ar livre (o bom tempo assim permite) e, sim, uma alimentação equilibrada, com predominância de hortícolas e cereais, o pão, o azeite, o pescado e o consumo pontual e moderado de boas carnes e bons vinhos. 

 Gosto que tenhamos adoptado esta cultura e esta filosofia para o blogue e para as nossas cozinhas. Quem nos acompanha percebe facilmente que tentamos respeitar estas proporções que definem a dieta mediterrânica, sem esquecer as tradições e sem perder a criatividade, porque este é um património aberto e dinâmico. 

Vocês sabem que não é comum publicar receitas de carne aqui no blogue - até porque não a como - só que, tendo em conta que a cozinho para o resto da família, faço questão que comam carne de boa qualidade. De qualidade, local e, de preferência, proveniente de animais bem tratados e criados ao ar livre. 
O borrego reúne todas estas características. Ele faz parte do receituário tradicional do Alentejo e é também muito apreciado no norte de África, em Marrocos, nossos colegas de candidatura a Património Imaterial da Humanidade. Então, às vezes, lá puxo pelas receitas antigas das minhas avós e lá ponho o meu pessoal a comer carne como deve ser.


Ingredientes:


  • 4 costeletas de borrego com pezinho
  • sumo de 1 limão
  • 2 dentes de alho laminados
  • sal q.b.
  • 1 ovo
  • pão ralado (farinha de rosca) q.b. 
  • azeite ou óleo q.b., para fritar

Modo de Fazer:


1) Arrepiar a carne do pé da costeleta para a base com a ajuda de uma faca.

2) Bater as costeletas com o martelo dos bifes para juntar bem a carne na base.


3) Temperar as costeletas com alho e limão e deixar a ganhar sabor durante, pelo menos meia hora. Eu temperei-as de véspera.





4)
Antes de fritar escorrer bem bem a marinada de alho e limão e temperar com sal grosso.



5) Passar as costeletas por ovo e pão ralado. 

6) Fritar em óleo ou azeite durante cerca de 5 minutos, de um lado e do outro.

7) Retirar da frigideira e escorrer o excesso de óleo com papel absorvente.




Servem-se com batata frita ou arroz e uma boa saladinha de folhas.
Bom apetite,
Sophia.

Webgrafia:

1) http://www.apdietistas.pt/nutricao-saude/alimentacao-na-saude/dieta-mediterranea
2) http://dietamediterranea.com/
3) http://www.publico.pt/cultura/noticia/nao-publicar-dieta-mediterranica-1614980

Sem comentários:

Enviar um comentário