14 de fevereiro de 2014

Lagartos e os Biscoitos dos Açores



Olá Mary & Mom,

a cozinha tradicional açoriana é singularmente diferente da cozinha do continente. Naturalmente porque os ingredientes disponíveis também são outros. Se por cá abunda o porco, por lá abunda a vaca e necessariamente isso faz com que por cá a gordura de eleição seja muito mais a banha e por lá a manteiga ou a nata de leite, por exemplo.

 Adiante, porque não é tanto de ingredientes que vos quero falar hoje mas sim de costumes. Melhor dizendo de um costume que há pelas ilhas que é o de oferecer biscoitos. Pelo menos na ilha de Santa Maria não acontecerá visitar-se a casa de uma família de bem em que não se recebam as visitas com um prato de biscoitos. Poderão bebê-los com chá, com Kima ou até vos podem oferecer uma cerveja (aos homens, pelo menos) mas os biscoitos não faltarão na mesa.
 Há os biscoitos de aguardente, há os encanelados, de nata, de orelha (que os padrinhos ofereciam aos seus afilhados em alturas festivas), de mel, de chocolate, enfim... noutras ilhas ainda se encontram outras variedades.

 Ora sendo casada com um açoriano estas coisas vão-se-me pegando e, se é verdade que ainda não aprendi a fazer estas iguarias (quando aprender certamente vos hei-de ensinar) não é menos verdade que não farei má figura a receber visitas em casa. De maneira que, como estou à espera de visitas deixa-me lá fazer estes biscoitos que não são açorianos mas não deixam por isso de ser bem gulosos. 
 Os lagartos (deveriam ser lagartas, a ter em conta o formato) sabem a manteiga e a limão e fazem-se num abrir e fechar de olhos. Esta receita rende umas dezenas e os que não comerem de gulodice à saída do forno guardem numa lata para servir às vossas visitas, noutra ocasião.


Ingredientes:
  • 4 gemas + 1 para pincelar (facultativo)
  • 1 clara
  • 250g açúcar
  • 250g manteiga ou margarina vegetal
  • Raspa de um ou dois limões
  • 500g de farinha
  • açúcar em pó q.b. (facultativo)




Modo de Fazer:



1) Bate-se a manteiga com o açúcar.


2) Juntam-se as gemas e a clara e mistura-se bem.

3) Junta-se-lhe a farinha peneirada. A mistura da farinha poderá ter que ser feita com as mãos, pois a massa fica bastante dura.

4) Deixa-se a massa descansar uns minutos e com uma seringa de pasteleiro, com o bico mais largo e ranhurado, moldam-se lagartos compridos. Cortam-se em biscoitos de de cerca de 5 cm de comprimento com uma tesoura. Se não tiverem nas vossas cozinhas uma seringa de pasteleiro podem moldar bolachas ou fazer biscoitos em forma de trança ou de "S".



5) Se desejarem podem pincelar os vossos biscoitos com uma gema de ovo ou polvilhar alguns com canela.
6) Levam-se a cozer no forno a 180ºC num (ou vários) tabuleiro(s) forrados com papel vegetal, para que se soltem facilmente.
7) Quando estiverem douradinhos retiram-se do forno e polvilham-se com açúcar em pó.

Guardem-nos numa lata de biscoitos e sirvam-nos quando tiverem visitas. :)
Bom apetite,
Sophia.


Sem comentários:

Enviar um comentário