17 de fevereiro de 2014

Couve Romana Gratinada




Olá Mary & Mom,

a semana passada mostrei-vos como fazer uma lasanha deliciosa sem utilizar queijo
Nessa receita usei algumas fatias de mozarella de tofu e uma cobertura especialmente deliciosa feita com pasta de sésamo (tahini) e sumo de limão. Este molhinho especial de sésamo fez furor cá por casa e eu fiquei especialmente fã.
 Hoje vou mostrar-vos outra experiência que fiz com este molho e que resultou igualmente bem. 
 Por cá já se fazia a couve-flor gratinada com bechamel. Um dia destes, por sorte encontrámos à venda a couve romana, parente próxima da nossa bem conhecida couve-flor, de sabor muito semelhante e textura mais macia. Cobri-a não só com bechamel mas também com sésamo. Ficou incomparavelmente melhor. 
 A receita que vos apresento abaixo dá para fazer com ambas as couves, no entanto, tenham em atenção que a variedade romana coze mais rápido, pelo que o tempo de cozedura deverá ser vigiado para que não se desfaça.


Ingredientes:


  • 1 pacote de molho bechamel do Dia (500mL) ou 500mL de bechamel caseiro confeccionado com leite de soja, se desejarem não usar lacticínios
  • 1 ou 2 colheres de sopa de tahini (pasta de sésamo)
  • sumo de 2 ou 3 limões
  • 2 colheres de sopa de água
  • um molho de coentros
  • 1 couve-flor grande ou uma couve romanesca
  • sal grosso


Modo de Fazer:

1) Coze-se ligeiramente a couve flor em água com sal, durante cerca de 5 minutos.


2) Entretanto coloca-se o tahini, o sumo de limão, a água e os coentros no robô de cozinha e mói-se até formar uma pasta homogénea.




3) Coloca-se a couve-flor numa assadeira, rega-se com o bechamel e por fim com o molho de tahini e limão.

4) Leva-se ao forno a gratinar.




É um acompanhamento saboroso e diferente.
Bom apetite,
Sophia.


Webgrafia:

1) http://pt.wikipedia.org/wiki/Tahine

2) http://comopaoparalaranjas.blogspot.pt/2014/02/lasanha-de-tofu-e-legumes-sem-queijo.html

3) http://pt.wikipedia.org/wiki/Romanesco

6 comentários:

  1. Que maravilha! Essa couve, ou bróculo, é tão lindo que até dá pena comer. No outro dia vi à venda mas não trouxe, pois sabia que tinha pena de cozinhar, por ser tão lindo. Sei que é tolice minha, mas enfim. Esta sugestão esta divina. ;)
    Beijinho.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Olá Célio.

      É de facto muito bonita esta couve. Em sabor e textura é muito parecida com a couve-flor, com a vantagem de cozer mais rápido, portanto podes perfeitamente fazer esta receita usando couve-flor. Ainda assim, e mesmo por ser tão vistosa, é perfeita para levar à mesa quando há visitas em casa. :)
      Bejinhos,
      Sophia.

      Eliminar
  2. ontem comprei uma.não conhecia e eu e a minha filha não resistimos ... tão linda! a Minha filha logo disse: não mexas até eu fotografar...! hoje ou amanhã vou fazê-la e o molho que sugerem atraz parece-me muito bem! Vou experimentar... obrigado

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Olá Alice Leão. Nós por cá gostámos muito. Espero que vocês também gostem.
      Beijinhos,
      Sophia.
      PS: Depois quero ver essas fotografias. ;)

      Eliminar
  3. Olá,

    qual a temperatura a inserir no forno?

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Olá.
      Para gratinar a couve o ideal é usar uma temperatura elevada durante pouco tempo. Eu diria cerca de 220ºC. Tem é que se ir vigiando porque rapidamente se passa de gratinado para esturricado.
      Bom apetite,
      Sophia.

      Eliminar