8 de setembro de 2013

Empadas de Galinha






Olá Mary & Mom,

as empadas de galinha são uma receita tradicional portuguesa (embora haja receitas semelhantes em Espanha, o que é natural, dada a proximidade) que se faz por todo o país. Em cada terra se acrescenta seu ponto, como quem conta um conto, às empadas de galinha.


 A receita que vos apresento é a das empadas à moda de Beja, que deve ser aproximadamente como se faz na maioria das casas. Bem, é como se faz na nossa casa, pelo menos, num misto de influências de avó, Maria de Lourdes Modesto e revistas femininas dos anos 60.


 Se ainda não se sentem prontos para ter tantos trabalhos recomendo que, se alguma vez visitarem Beja, não deixem de ir provar uma empada ao Luís da Rocha - café centenário desta cidade - para saberem como são boas e incomparáveis.



Ingredientes:
  • 1 frango do campo (escolham um pequeno ou utilizem só metade, visto que os frangos do campo, ao contrário dos de aviário tendem a ser bem desenvolvidos)
  • 2 cebolas pequenas
  • 4 cravos-de-cabecinha (cravinho em grão)
  • 1 molho de salsa
  • pimenta preta (em grão e em pó)
  • 100 mL de vinagre (mais ou menos)
  • noz moscada q.b.
  • sal grosso q.b.
  • 1 limão
  • 2 gemas (para pincelar)
  • 100 mL de leite (mais coisa, menos coisa)
  • 1 ou 2 colheres de sopa de Maizena Express Molhos (a minha favorita, porque não faz grumos) ou de maisena clássica ou de farinha de trigo
  • cerca de 100 mL de azeite (para o molho) e mais qualquer coisinha para untar as formas
  • 2 rolos de massa quebrada fresca (também podem usar massa folhada, embora por cá se use mais fazê-las com massa quebrada)

Modo de Fazer:

O recheio:


1) Coze-se o frango, partido em pedaços, em água com sal, vinagre, metade da salsa (inteira), meia dúzia de grãos de pimenta e as cebolas com os cravos-de-cabecinha espetados.


2) Estando o frango cozido, escorre-se, desossa-se e desfia-se em pedaços pequeninos.


3) Prepara-se um refogado com a cebola (sem os cravinhos) e o azeite, ao qual se vai adicionar o frango, a restante salsa picada e o sumo de um limão. Deixa-se cozinhar com o tacho tapado durante uns 10 minutos. Depois destapa-se e tempera-se com sal, pimenta e noz moscada e deixa-se cozinhar até apurar bem.



4) Cinco minutos antes de apagar o lume adiciona-se o leite e a maizena express (ou a farinha) e mexe-se bem até o molho ficar grossinho.
Apaga-se então o lume e reserva-se este preparado, que deve ter pouco molho e bem espesso para não empapar a massa.

Se usarem massa quebrada:

 5.1) Cortam-se para cada empada duas rodelas de massa. Uma rodela grande para forrar o fundo da forma e uma pequena para tapar a empada.
6.1) Untam-se as formas com um pouco de azeite e forram-se com as rodelas grandes de massa.

7.1) Enche-se cada empada com fartura de recheio de frango e tapam-se as empadas com as rodelas pequenas.
Ajeita-se a massa do fundo e a da tampa com as mãos de modo a que fiquem bem unidas. Pincela-se a tampa das empadas com uma gema de ovo batida para ficarem mais bonitas e brilhantes.

Se usarem massa folhada:

5.2) Esticar a massa folhada com um rolo de massa e cortá-la em tiras com cerca de 1,5 cm. Formar rolinhos com essas tiras de massa.



6.2) Colocar cada uma das rodelinhas da massa sobre uma forminha previamente untada com azeite e, molhando ambos os polegares em água fria, estender a massa até cobrir toda a forma e sair ligeiramente para fora.


7.2) Enchem-se as formas com recheio de frango e tapam-se. Para tapar as empadas de massa folhada corta-se uma rodela de massa (do tamanho da forminha) e pincelam-se os seus bordos com gema de ovo para aderirem à base. Colam-se as tampas à base e pincela-se a sua superfície com mais um pouco de ovo, para ficarem brilhantes.


8) Vai ao forno bem quente (cerca de 200ºC) até a massa se apresentar cozida.



Não é para me gabar mas ficaram belíssimas.
Decidam-se a experimentar para fazerem um brilharete também. ;)

Bjinhos e bom apetite,
Sophia.


Bibliografia:

1) MODESTO, Maria de Lourdes; Cozinha Tradicional Portuguesa, Editorial Verbo, 18ª edição , Fevereiro 1999, pág. 234.

2 comentários:

  1. Que empadas bem deliciosas...acompanhadas com uma saladinha seria o meu jantar perfeito!!!

    Beijinhos;

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Por cá também, para o jantar, para o lanche ou mesmo para levar ao trabalho.
      Bjinhos,
      Sophia.

      Eliminar