15 de julho de 2013

Xerovias à moda da Beira Baixa




 Olá Mary & Mom,

a primeira vez que vi uma xerovia já era bem grandinha. Isto não é coisa que se coma no Alentejo e nem por cá se ouve falar de tal coisa.

De facto, em Portugal, a xerovia, chirívia ou pastinaca, raiz da Pastinaca sativa, só é tradicionalmente cultivada na região da Serra da Estrela. Por lá ela é sobejamente conhecida e o seu cultivo é mesmo anterior ao da própria batata.

 O aspecto da xerovia é o de uma cenoura branca e o seu sabor é uma fusão entre o sabor de um nabo e de uma cenoura. É rica em vitamina A, potássio e fósforo.

 A receita que vos trago hoje é uma receita tradicional da Beira Baixa, muito simples, mas deliciosa e vegetariana.

 A confecção tradicional manda que ela seja envolvida num polme feito de farinha e ovo.

Para os nossos amigos vegan e para todos os que desejam abster-se do consumo de ovos sugiro que experimentem substituí-los nesta receita por um volume equivalente de leite de soja ou aveia. Ainda não experimentei fazer o polme desta forma mas creio que será perfeitamente exequível.

Vou ficar à espera das vossas opiniões e experiências.



Ingredientes:

  • meia dúzia de xerovias (ou pastinacas) de tamanho médio
  • 1 ovo
  • água q.b.
  • 2 ou 3 colheres de sopa de farinha
  • óleo para fritar q.b.
  • sal grosso q.b. (1 ou 2 colheres de chá)


Modo de Fazer:

1) Descascam-se as xerovias e cortam-se em fatias no sentido longitudinal de cerca de 5 a 8 mm de espessura.

2) Cozem-se em água com sal até ficarem macias, mas não moles. Escorrem-se e reservam-se.



3) Prepara-se um polme mais ou menos espesso misturando a farinha com um pouco de água morna (2 ou 3 colheres de chá) e o ovo, batendo bem até ficar homogéneo.



4) Passam-se as xerovias pelo polme, uma a uma, e vão a fritar no óleo quente.



5) Quando estão douradinhas retiram-se do óleo e colocam-se a escorrer sobre uma folha de papel de cozinha para retirar o excesso de gordura.



Hoje vou comer as minhas xerovias a acompanhar um belo gaspacho.

Bom apetite,
Sophia.



Webgrafia:

1) http://pt.wikipedia.org/wiki/Pastinaca_sativa

2 comentários:

  1. Isto deve ser delicioso!
    http://amarmitalisboeta.blogspot.pt

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Eu sou suspeita, mas por acaso também acho, Marmita. :)
      Bjs,
      Sophia.

      Eliminar