10 de julho de 2013

Tortilha à espanhola ou Pastelão da avó Bárbara



Olá Mary & Mom,

não tenho uma memória bem definida da minha avó Bárbara, mas guardo a ideia de uma velhinha de cabelos brancos muito doce. Sei que era boa cozinheira porque assim me dizem. Sei que fazia uma tortilha como não havia outra.
 Não fiquei com uma escrita sua para poder repetir nenhuma das suas artes, mas quando faço uma tortilha ou pastelão, como lhe chamava, não posso deixar de me lembrar dela.
 Aqui vos deixo o meu modo de fazer, como aprendi com a minha mãe e com mais alguns preceitos ensinados por amigos espanhóis com que me fui encontrando por essa vida fora.

Ingredientes:
  • 1 batata
  • meia dúzia de rodelas de linguiça, ou chouriço ou enchido de soja
  • meia cebola
  • meio pimento verde ou um tomate
  • 1 lata pequena de atum (relembro que já há substituto de atum do Talho Vegetariano)
  • 6 ovos
  • salsa (facultativo)
  • 1 colher de café de fermento em pó (facultativo)
  • sal q.b.
  • pimenta q.b.
  • azeite q.b.

Modo de Fazer:

1) Descascam-se a batata e a cebola e cortam-se em rodelas.

2) Numa frigideira larga fritar as batatas no azeite em lume médio/brando, junto com a linguiça às rodelas. As batatas devem ficar macias e não estaladiças. 
 Se usarem enchido vegetariano não se esqueçam de lhes retirar a pele.



3) Adiciona-se então a cebola e deixa-se estrugir durante 2 ou 3 minutos. Tenham em atenção que todos os ingredientes devem ficar uniformemente espalhados na frigideira para toda a tortilha ter um pouco de cada.




 4) Adiciona-se o tomate às rodelas, ou o pimento verde, e o atum e deixa-se cozinhar durante mais 5 minutinhos.
 5) Enquanto isso batem-se os ovos numa tigela espaçosa, junto com a salsa picada, o fermento em pó, o sal e a pimenta.

 6) Adicionam-se os ovos batidos à frigideira e deixa-se cozinhar até o aspecto geral ser mais ou menos sólido.




 7)  Com uma tampa um pouco maior que a frigideira volta-se a tortilha para que cozinhe igualmente dos dois lados.



 Cozinha mais uns minutos e está pronta a servir.
 Acompanha muito bem com uma salada de folhas verdes, constituindo um prato principal, mas também pode ser servido à fatia como entrada, ou se o desejarem podem servi-lo como um lanche reforçado com um pouco de pão.
Bom apetite,
Sophia.


Sem comentários:

Enviar um comentário