7 de dezembro de 2012

Crumble de marmelos e pêras


Olá Mary & Mom :)

 Desta vez decidi por-me a inventar. As minhas invenções às vezes são perigosas... Lol :) mas esta saiu bem.

O crumble não é, em si mesmo uma novidade. É um doce de origem britânica que, segundo li (na Wikipedia) foi inventado na altura da Segunda Guerra Mundial, devido à escassez de alimentos.
 É uma espécie de tarte de fruta virada ao contrário, isto é, recheio para baixo e base para cima, tudo esfrangalhado!

 Acho sempre interessante uma sobremesa que inclua fruta, principalmente do ponto de vista nutricional.
 Neste caso a inovação foi mesmo a presença dos marmelos, que não são habitualmente usados na confecção de tal sobremesa, mas que até resultaram muito bem e com a vantagem óbvia que é usar fruta da época.

Então aí vai:
  • 100g de farinha
  • 100g de açúcar amarelo (na minha casa é o que se usa, mas se não tiverem podem perfeitamente usar açúcar branco)
  • 100g de manteiga ou margarina
  • 3 marmelos ou gambôas
  • 3 pêras
  • 1 punhado de nozes
  • 6 colheres de sopa de mel ou geleia de marmelo
  • canela em pó q.b.
  • 1 colher de sopa de margarina
Descascam-se os marmelos, removem-se as sementes e cortam-se às falhinhas, de cerca de 3 mm de espessura.
Levam-se os marmelos a cozer durante cerca de 10 minutos.
 Entretanto unta-se uma forma, que possa ir ao forno, com margarina.
Nessa mesma forma vão dispor-se as falhinhas de marmelo e um pouco da sua água de cozedura.
Descascam-se, tiram-se as sementes e cortam-se às falhinhas as pêras, que se vão dispor sobre os marmelos.
Polvilham-se as pêras e os marmelos com canela em pó e espalham-se por cima cerca de 6 colheres de sopa de mel ou geleia de marmelo.
Reserva-se este preparado.
Noutro recipiente colocam-se o açúcar, a farinha e a manteiga cortada em cubinhos.
Mistura-se tudo com as mãos por forma a produzir uma espécie de areia grossa e solta. 
A esta mistura acrescentam-se as nozes partidas grosseiramente.
Cobre-se o preparado de marmelos e pêras com essa "areia" e leva-se ao forno bem quente (cerca de 230ºC) para tostar a cobertura.
Este doce fica especialmente bem se for servido com iogurte natural ou natas batidas com açúcar, para os mais gulosos.
Bom apetite.
Bjs Sophia.

3 comentários:

  1. Parece-me apetitosa, esta sobremesa! Tenho marmelos em casa e não se podem estragar. Vou ver se me sai bem.
    Obrigada

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Vai sair bem com certeza, Gracinda. Depois diga se gostou.
      Bjiis

      Eliminar
    2. Vai sair bem com certeza, Gracinda. Depois diga se gostou.
      Bjiis

      Eliminar