2 de agosto de 2020

Tronco ou Tarantel de Atum braseado


Mary e Sophia.

Finalmente o Verão 2020! Desejado, tão desejado. 
Liberdade desejada há tantos meses.

Os outros, as árvores, os rios mas sobretudo o mar encheram-me o peito de liberdade.


Atum Braseado

Tavira e Sta Luzia têm uma ligação na alma e na história à pesca e ao atum.
Aqui fica a nossa grata homenagem a esse lugar e a esse ingrediente de excelência.

A peça para este prato designa-se por Tronco (os espanhóis chamam-lhe Tarantel).


Não tem que ser fresco. 
Usámos refrigerado e o resultado foi muito satisfatório.
Servimo-lo com 3 molhos. 
Acompanhámo-lo com focaccia e legumes de verão assados.


Ingredientes (8 pessoas)

  • 1,5kg de tronco de atum refrigerado
  • flor de sal qb
  • pimenta branca moída qb
  • 25g de sementes de sésamo torradas

    molho 1

    molho 2
  •     1 cs de wasabi qb
  •     50ml de molho de soja

    molho 3


Preparação
  1. temperar levemente a peça do atum com sal e pimenta e reservar, convenientemente isolado (com film de cozinha ou num tupperware), no frigorífico por 2 a 5 horas,
  2. torrar as sementes numa sertã no fogão em chama média entre 3 a 4 minutos,
  3. envolver toda a superfície da peça, excepto os topos, com as sementes de sésamo,
  4. levar a brasear numa sertã antiesturro em lume alto, rodando a peça 2 minutos por cada um dos três lados, 
  5. deixar arrefecer 5 minutos antes de cortar fatias ou tiras com 2 a 3 centímetros de altura/largura.
beijinhos 
Mom




1 de julho de 2020

Pudim Abade de Priscos



Este foi o doce escolhido para a nossa sobremesa deste solstício de verão.

"Abade de Priscos" é um pudim de génese conventual ou não fosse ele feito basicamente de gemas e açúcar ou não tivesse sido criado pelo dito abade.

Tem por isso, para muitos, a vantagem de não incluir glúten nem lactose.

É muito bom para comer muito ocasionalmente e com moderação.

A receita vem dos "Tesouros da Cozinha Tradicional Portuguesa" das Selecções do Reader's Digest (que é o livro mais estragado da estante da nossa cozinha).


Ingredientes
  • 600g de açúcar branco
  • 15 gemas
  • 1 cálice de vinho do Porto 
  • 0,5L de água
  • 50g de presunto gordo
  • 1 pau de canela
  • Casca de 1 limão

Preparação
  1. Preparar uma calda, colocando a água com meio quilo de açúcar, o pau de canela, a casca de limão e o presunto ao lume. A calda deve ferver um quarto de hora para ganhar um ponto leve (para quem tem termómetro: 103ºC).
  2. Deixa-se arrefecer até ficar morna e coa-se.
  3. Entretanto coloca-se o restante (100g) açúcar na pudineira e leva-se ao lume até derreter para cobrir o recipiente completamente, por dentro.
  4. Misturam-se as gemas com o vinho do Porto e a calda.
  5. Finalmente verte-se na pudineira, já carmelizada, tapa-se vai ao forno em banho-maria durante 1hora e 20 minutos a 180ºC (ventilado, calor por baixo e cima).
  6. Deixar arrefecer antes de desenformar.
Bom verão lindas.
Love,
Mom


28 de maio de 2020

Petiscos de massa de Pão






Hi Mary e Sophia, 

Talvez aconteça com toda a gente. 
Há dias em que a paixão pelo pão obriga a amassar sem saber bem para quê. 
Por aí vai. 

Farinha em cima da massa velha e um pouco de água, depois são as horas a fazer o resto...
Quando as bolhas começam a surgir é aquela alegria de poder juntar mais farinha e água e horas. 
Depois é o azeite, o sal, o alecrim, as especiarias, as sementes ou o açúcar, a banha e os ovos...

Saem pães e bôlas e tirinhas e palitos.
E com tanto calor ficou feliz!

Ingredientes:
  • 0,5kg de farinha tipo 55
  • 0,3L de água tépida
  • 1 colher de chá de sal
  • 100g de massa velha ou 7g de fermento seco (fermipan)
    Temperos:
  • 150 mL de azeite
  • 1 colher de chá de sementes de sésamo
  • 1 colher de chá de pimentão fumado
  • 1 colher de chá de folhinhas de alecrim
  • 1 colher de chá de flôr de sal
  • 1 colher de chá de corcuma
  • 1 colher de sopa de manteiga
  • 1 dúzia de rodelinhas de linguiça 
Preparação:
  1. Colocar o sal numa taça grande onde se preparará a massa. Sobre este, fazer um monte com a farinha e abrir uma cova no cimo, pondo aí a massa velha e a água tépida. (Alternativamente desfazer o fermento seco na água tépida e aguardar até apresentar bolhinhas para lhe adicionar então a farinha.)
  2. Misturar, envolver e amassar com a mão ou com a batedeira (com o acessório das massas espessas) até a massa se soltar da tigela, incorporando o azeite aos poucos. 
  3. Cobrir com um pano e colocar a taça no forno do fogão (desligado) durante pelo menos 2 horas (está minha ficou 24 horas).
  4. Misturar as especiarias,  umas com as outras, numa tacinha. 
  5. Antes de tender, polvilhar a superfície de trabalho com um pouco de farinha e colocar aqui a bola da massa e dividi-la em quatro porções. 
  6. Com uma delas preparar as 4 bolinhas que devem generosamente cobertas com as sementes de sésamo. Cobrir com um pano.
  7. Estender a segunda porção formando um retângulo que deve ser barrado com manteiga e polvilhado com as especiarias. Fazer um rolo, colocar na forma de bolo inglês sob um pano.
  8. Com a terceira porção estender em forma de retângulo e cobrir com as redelinhas de linguiça. Formar um rolo e cortar em pequenos pãezinhos. Fazer-lhe uns golpes na parte de cima na diagonal e reservar sob um pano.
  9. Com a quarta porção moldar palitos com as mãos e preparar tirinhas estendendo a massa até ficar com 0,5cm de altura e cortar pequenas tiras com uma faca. Polvilhar todos com as especiarias e umas pedrinhas de sal e reservar sob um pano.
  10. Aquecer o forno até 220° C. Começar por cozer as bolinhas, os pãezinhos e o pão na forma, durante 20 minutos. Depois é a vez dos palitos e tirinhas irem ao forno durante 5 a 7 minutos.
Bons lanches!

Love. 
Mom

25 de abril de 2020

Babás na quarentena para um doce 25 de abril


A quarentena fez-nos ter saudades de coisas das quais nunca sentiríamos falta noutras circunstâncias. 
Bastava desejar. 
Agora desejamos e alimentamos saudades. 
Saudades! Neste caso são apetites.

Gulosamente degustámos doze babás. 

Começamos sempre pela carapuça, depois uma colherada de chantilly e finalmente a massa esponjosa ensopada da calda de rhum, que neste caso foi de medronho. 

Usámos a receita deste site das Receitas de Portugal. 


Ingredientes 


Para a massa

  • 300 g de farinha
  • 1,5 dL de leite
  • 50 g de açúcar
  • 25 g de fermento padeiro
  • 150 g de manteiga
  • 3 ovos
  • 1 gema
Para a calda
  • 300g de açúcar branco 
  • 3,5dL de água 
  • Casca de um limão grande
  • 1 vagem de baunilha (não coloquei) 
  • 1dL de rhum (usei aguardente de medronho) 
Para o recheio 
  • 2dL de natas bem frias (2 h de congelador) 
  • 80g de açúcar 
  • Sumo de 1 limão 

Preparação 
  1. Juntar a farinha e o açúcar e amassar com o fermento previamente dissolvido no leite morno. 
  2. Adicionar a manteiga partida em pequenos pedaços, e à temperatura ambiente, e os ovos, um de cada vez.
  3. Deixar levedar durante 2 horas.
  4. Preparar as formas untando com manteiga e polvilhar com farinha.
  5. Deitar duas colheres de sopa de massa em cada forma, cobrir com um pano e deixar levedar mais 15 minutos. 
  6. Ligar o forno a 180ºC.
  7. Pincelar, mas não cada um, com gema desfeita com uma colherzinhas de leite e levar ao forno até ficaram dourados, mas aproximadamente por 25 minutos.
  8. Preparar a calda com a água, para que o açúcar, as cascas do limão e a vagem de baunilha aberta ao meio, ao lume até obter uma calda. Retirar do lume, junte o rum e deixar arrefecer um pouco (até ao 40°C).
  9. Depois de cozidos, deixar arrefecer e retirar-lhes uma tampa. 
  10. Ensopar tudo na calda bem e colocar em quadrados (10x10) ou formas de papel. 
  11. Bater as natas até começarem a espessar (10 minutos), juntar o sumo de limão e o açúcar até obter a consistência do chantilly. Levar de novo ao frio. 
  12. Rechear os babás com o creme apenas quando estiverem frios.
As saudades que se resolvem na cozinha estão tratadas... 

Love
Mom