13 de setembro de 2022

Chakchouka ou tomatada picante e Harissa

 


Olá Mary & Mom!

 Esta nossa viagem pela cozinha mediterrânica tem-nos levado a algumas descobertas bem curiosas.

 Sabemos bem como os povos do Mediterrâneo se têm visitado várias vezes ao longo da História, quer por motivos comerciais, como o caso dos fenícios, gregos ou cartaginenses, quer com o objetivo de conquistar novos territórios, caso dos romanos e dos otomanos.

 O que não temos às vezes consciência é do quanto absorvemos de cada cultura, nomeadamente da cultura culinária.

 Veja-se as semelhanças entre a nossa conhecida tomatada com ovos - prato típico do verão alentejano – e o famoso chakchouka, originário da Tunísia, mas muito apreciado também em Israel e Marrocos, ou mesmo da Zeytinyağı Patlıcan turca.

 Toda a confecção é muito semelhante, sendo a chackchouka mais picante e aromática, bem ao gosto dos povos do norte de África. Por outro lado, a tomatada é geralmente um prato que comemos ao almoço ou jantar, acompanhado de umas batatas fritas ou um pouco de pão e nalgumas variantes os ovos não se apresentam escalfados mas sim mexidos, enquanto a chakchouka é normalmente apreciada ao pequeno-almoço.

 A receita que partilho convosco inclui um ingrediente que não é muito fácil de encontrar nas nossas lojas e supermercados: a pasta harissa.

 Esta pasta muito picante e aromática é fácil de fazer e o que sobrar pode usar-se em casa como molho para churrasco (casa bem com carne de borrego grelhada) ou mesmo como aperitivo, para molhar tostas ou palitos de legumes.

 Em relação à sua confecção: se gostam muito de picante podem fazê-la apenas com malaguetas, prescindindo do pimentão assado ou, pelo contrário, podem fazê-la apenas com pimento assado, se aguentam mal o picante mas apreciam a riqueza dos aromas.

Recomendo vivamente o uso de luvas no seu preparo: manusear malaguetas sem protecção pode irritar as mãos mais sensíveis.

 

Ingredientes

  •          3 ou 4 c.s. azeite
  •          4 dentes de alho picados
  •          1 ou 2 cebolas picadas
  •          1 pimento verde
  •          Uma pitada de pimentão picante ou paprika
  •          2 colheres de chá de cominhos
  •          1 ou 2 c.s. de pasta harissa
  •          1 kg a 1,5Kg de tomate
  •          3 c.s. de concentrado de tomate (facultativo)
  •          6 a 8 ovos
  •          Sal q.b.
  •          Pimenta q.b.
  •          1 pitada de açúcar (facultativo)
  •          Salsa (facultativo)

Ingredientes para Harissa:

  •          6 Malaguetas frescas ou secas
  •          1 Pimento vermelho assado
  •          150 mL Azeite
  •          6 c.s. mL Vinagre
  •          5 dentes de Alho
  •          2 c.s. Sementes de coentro
  •          3 c.s. Sementes de cominho
  •          2 c.s. Sementes de erva doce
  •          1 c.s. Sementes de alcaravia (podem prescindir delas, sem problema, se não as encontrarem)
  •          Sal q.b.

 



Modo de Fazer

Pasta Harissa:

1.   Remover as sementes do pimento e das malaguetas.

2.   Demolhar as malaguetas em água quente durante aproximadamente 1h.

3.   Tostar as sementes numa frigideira durante cerca de 3 min.

4.   Moer as sementes grosseiramente num almofariz.

5.   Escorrer as malaguetas demolhadas e reservar um pouco da água.

6.   Colocar os ingredientes, um a um, num processador de alimentos, até formar uma  pasta. Adicionar pela seguinte ordem: alhos, água de demolhar malaguetas (cerca de 2 c.s.), malaguetas e pimentos, sementes tostadas, sal, vinagre e azeite.

Chakchouka

1.       Preparar um refogado com o azeite, cebola, alho e especiarias secas. Deixar estrugir tapado, até dourar.

2.       Quando estiver dourado acrescentar os pimentos, a pasta harissa e o concentrado de tomate e deixar cozinhar um pouco.

3.       Acrescentar os tomates cortados aos cubinhos e temperar com sal, pimenta e açúcar.

4.       Cozinhar em lume médio a baixo, mexendo de vez em quando.

5.       Quando o tomate estiver bem cozinhado, acrescentar os ovos para escalfarem neste molho.

6.       Decorar com folhas de salsa picadas de forma grosseira.

 

Bom apetite,

Sophia.






Bibliografia e Webgrafia:

1.       THARLET, Eve; Os pequenos cozinheiros – Livro de cozinha de todo o mundo para rapazes e raparigas; UNICEF, 1987.

2.       https://www.youtube.com/watch?v=b5E0e-SprSk

3.       https://www.youtube.com/watch?v=Siy1BLd-AQk&t=484s

https://lindseyeatsla.com/easy-harissa-shakshuka/

31 de dezembro de 2021

Broas de Milho para o Natal



Uns são adeptos das Broas de Milho e outros das Castelar.
Eu gosto mais das Broas Castelar mas este ano resolvi procurar uma receita simples para fazer umas Broas de Milho e Mel para o Natal e satisfazer a oposição...

Ora encontrei esta receita maravilhosa no blog da Clara de Sousa  que por sua vez já tinha ido "pescá-la" à Isabel Zibaia do Cinco Quartos de Laranja. Obrigada a ambas.

 
Ingredientes 

    Parte 1
  • 250ml de azeite
  • 4 cs de mel
  • 500g de açúcar amarelo
  • 250ml de água
  • 15g de canela em pó
  • 15g de erva-doce (em pó ou em sementes)

    Parte 2
  • 500g de farinha de trigo sem fermento
  • 250g de farinha de milho
  • 2 cs de fermento em pó
  • 1 cc sal fino
    Parte 3
  • 1 gema de ovo diluída em leite para pincelar as broinhas




Preparação
  1. Colocar todos os ingredientes da parte 1 num tachinho ao lume até ferver.
  2. Juntar, numa tigela mexendo com uma colher de pau, os ingredientes da parte 2.
  3. Verter a fase líquida em ebulição (parte 1) sobre as farinhas (parte 2) e mexer com a colher (cuidado com as queimaduras).
  4. Deixar arrefecer e moldar as broas, bolinhas achatadas e ligeiramente alongadas, retirando porções idênticas de massa com uma colher de sopa ou sobremesa.
  5. Colocar no tabuleiro do forno, forrado com papel vegetal, e pincelar com a gema de ovo desfeita numa colher de sopa de leite.
  6. Cozer no forno pré aquecido a 180ºC entre 10 a 15 minutos. Não nais que isso para não ficarem secas. 
Boas Festas
Mom


 

Bolachas de Gengibre para o Natal

 

Olá, 

eu sou a Sophia ll e sou a nova blogger do Como Pão Para Laranjas. 

Tenho 11 anos e adoro cozinhar desde há muito tempo. Espero que isto seja o início de uma grande aventura. 

Sou uma boa aluna (de 100%). 

Como já disse, eu adoro cozinhar e sempre que estou sem ideias do que cozinhar venho aqui ver o que posso fazer. 

Sei como se preparam muitos pratos mas esqueço-me quase sempre dos pormenores, por isso decidi escrever esta receita. Para não me esquecer e para outros também a conhecerem. 

Eu sei que esta receita pode parecer pouco comum, mas confiem, fica deliciosa. 

Esta receita é inspirada no livro: “A arte das bolachas - receitas inspiradas para fornadas deliciosas de Shelly Kaldunski. (Para mais informações, pule para o final e depois volte).


 Ingredientes

Parte 1

  • 470g de farinha
  • 1 cc de bicarbonato
  • 1/2 cc de fermento
  • ½ cc de sal
  • 1 ½ cc gengibre em pó
  • 1 ½ cc de canela em pó
  • 1 cc de pimenta da Jamaica. 


Parte 2

  • 250g de manteiga (de preferência, sem sal) à temperatura ambiente
  • 280g de açúcar amarelo
  • 1 ovo grande
  • 2 cs de melaço
  • 1 cs de gengibre fresco finamente ralado


Procedimento

1-Num recipiente juntar os ingredientes da parte 1 e mexer.

 2-Noutro recipiente, bater a manteiga e o açúcar (ambos da parte 2) até obter uma mistura leve e macia (pode ser com uma batedeira elétrica à velocidade média-alta durante 2-3 min). Juntar o resto da parte 2 e bater até ficar razoavelmente incorporado. 

3- Estender a massa dando-lhe forma retangular, envolver em película aderente e pôr no frigorífico pelo menos 1 hora (ou 1 dia para o outro). 

4- Aquecer o forno a 180ºC e forrar 3 tabuleiros com papel vegetal.

5-Numa bancada polvilhada de farinha, com um rolo de massa enfarinhado, estender a massa refrigerada, até ficar com uma espessura de 6mm (nunca menos). 

6- Usando corta-massas ou moldes, dar forma às bolachas e transferi-las com a ajuda duma espátula de metal para os tabuleiros, separadas por 2,5cm. 

7-Cozer um tabuleiro de bolachas de cada vez, até o contorno destas ficar ligeiramente dourado, mas antes de o topo ganhar cor, durante 12-15 min. Deixar arrefecer 5 min no tabuleiro. 

8-Usando a espátula de metal, transferir para uma rede ou bancada e deixar arrefecer completamente. Podem decorar-se como quisermos (ou seguir as minhas dicas).

Decoração das bolachas

Receita de glacé

Ingredientes

  • 4 claras de ovos de galinha
  • 1 cs de sumo de limão
  • 400g de açúcar em pó


Procedimento

1- Bata as claras em castelo. 

2- Junte o açúcar a pouco a pouco. 

3- Finalmente, batendo sempre adicionar o sumo e os corantes. 


Espero que goste, bom apetite!

Sophia II

2 de dezembro de 2021

Cebola Caramelizada



Por vezes vêm parar-nos às mãos e às cozinhas produtos com tanta qualidade que ficamos sem saber muito bem como usá-los. Foi o caso destas cebolas roxas biológicas que nos ofereceram. Ásperas para comer cruas e boas demais para fazer desaparecer numa sopa ou estufado, destinei-as a um petisco.

Cá em casa todos gostam de um petisco por isso ocorreu-me caramelizar as ditas para serem comidas sobre umas tostas, uns nachos ou uns palitos vegetais.

Aqui está...


Ingredientes
  • 2 cebolas roxas médias fatiadas em meias luas finas
  • 2 dentes de alho
  • 3 malaguetas de piripiri
  • 4 colheres de sopa de azeite
  • 1 cravo cabecinha
  • 1 colher de chá de curcuma em pó
  • 1 colher de sobremesa de açúcar mascavado
  • 1 colher de café de sal

Preparação 
  1. Colocar numa frigideira o azeite com as especiarias e o piripiri, a aquecer lentamente até começar a sentir a libertação dos aromas. 
  2. Adicionar a cebola e misturar bem. 
  3. Deixar cozinhar, mexendo ocasionalmente, em fogo no mínimo (4 , no elétrico). Adicionar os alhos e o açúcar e deixar cozinhar por dois minutos em fogo médio (7, no elétrico). 
  4. Por fim adicionar o sal e retirar do calor. 
  5. Pode ser guardado num boião de vidro no frigorífico por 1 semana. 
Bons petiscos 
Mom